was successfully added to your cart.
BLOG

Verdades que você, como ser humano, precisa saber sobre amor próprio

By maio 6, 2017 9 Comments

VERSÃO EM PORTUGUÊS

Esse post vai ser bem diferente comparado a outros que vocês já leram pois irá mostrar o outro lado da moeda, ou ao menos o lado em que eu me encaixo.

Perdi as contas de quantas vezes escutei: “Você não precisa disso ou daquilo”,  “Você não precisa usar isso tudo de maquiagem”, “Preenchimento labial pra quê?”, “Vai colocar silicone? Mas por quê? Tão novinha.”

Lembro que quando estava no ensino médio, havia uma menina na minha sala que ia para a escola com cinco leggings por baixo da calça jeans. Naquela época eu não fazia ideia como algo tão pequeno podia afetar ela de maneira TÃO grande. Ela sempre foi calada, tímida, introvertida, o que dava espaço para as  pessoas fazerem piadas sobre ela e eu continuava sem entender o porquê.

Uma outra história foi quando uma das meninas mais magrinhas da sala colocou silicone logo após a graduação. Eu já a achava bonita, mas depois da cirurgia ela passou a carregar um brilho dentro dela – não só um par de novas próteses – mas algo diferente. Levou um tempo até que eu entendesse o significado da palavra confiança.

 

Amor próprio: Sentimento de dignidade, estima ou respeito que cada qual tem por si mesmo.

Dicionário Houaiss

 

A busca pelo amor próprio não é fácil, mas faz com que ajamos de forma otimista, procurando tornar qualquer bagagem ruim vinculada ao passado em experiência com um único objetivo: melhorar e evoluir.

Sim, parte disso é se aceitar, aceitar a pessoa que você é e aceitar o corpo que você habita. Mas acima disso é se reconhecer. Quem é você? A insegurança vem quando você não se reconhece. Quando temos conhecimento de quem somos, a insegurança não tem potencial para nos afetar. A menina que usava leggings tinha um problema – não, não eram as pernas finas. O único problema dela era a vulnerabilidade, o que permitiu que pessoas apontassem o dedo na cara dela e fizessem chacota da coisa que mais a incomodava.

Sem amor próprio, a insegurança se instala e vulnerabilidade atrai os leões.

Esse não é um post a favor de procedimentos estéticos ou cirurgias plásticas. Esse é um post a favor do bem estar, a favor do seu direito, como HUMANO, de escolher o que você quer fazer no intuito de te proporcionar felicidade e confiança.

Não por vaidade ou por futilidade.

Uma coisa sempre me incomodou desde muito nova: eu sempre tive o lábio superior muito fino e o lábio inferior muito grande, era desproporcional na minha opinião e isso abalava minha auto estima. Há quem diga que não havia necessidade pra isso, mas o que se passa dentro da minha cabeça só eu sei.

Quando fiz dezenove anos, me dei de presente preenchimento labial e preenchimento sulco nasolabial. Finalmente havia tomado coragem e deixado de escutar as pessoas ao meu redor falando que era algo fútil e que não precisava disso. Sinceramente? Foi uma das melhores escolhas que eu tomei na minha vida. Lembra da menina do silicone? Eu havia adquirido exatamente o mesmo brilho que ela: a confiança. Eu gostava de me olhar no espelho e gostava do que via. Foi uma coisa tão pequena, mas que teve um resultado tão grande em mim psicologicamente, MUITO mais do que fisicamente. E é exatamente isso que as pessoas de fora não entendem. Qual a diferença entre uma garota usar um aparelho dental e outra colocar silicone? Qual a diferença entre alguém querer fazer remoção a laser de uma cicatriz e outra pessoa gostar de usar maquiagem todos os dias? Não existe diferença, o propósito é o mesmo: BEM ESTAR.

Por isso, reafirmo: NUNCA aponte o dedo para julgar alguém que optou por qualquer procedimento, seja ele qual for. Essa pessoa quer trabalhar nela mesma e você não tem nada a ver com isso. Procure trabalhar em você.

O único problema de algumas pessoas nos dias de hoje, é se deixar serem influenciados pela mídia, por certo padrão estético que queremos seguir apenas porque a sociedade impõe. Quando você começa a seguir ESSE padrão você age pelos motivos errados, e como resultado vem o excesso – e tudo em excesso é veneno. Vivemos em uma era onde existe um excesso absurdo de informação, onde deixamos de lado nossa individualidade em busca de uma perfeição genérica, onde esquecemos que essa busca inacabável por perfeição destrói a singularidade de cada indivíduo, e as pessoas que seguem isso são pessoas que procuram preencher um vazio dentro delas, por não reconhecerem a si mesmas.

 

No matter how much success you have, no matter how many opportunities, fame, fortune, no matter how many accept you to your face, the person that really needs to accept you is you.

Lady Gaga

 

__________________________________

Sobre meus procedimentos estéticos

Muita gente me pergunta se eu já fiz nariz, bochecha, botox, etc. Não. Os únicos procedimentos que realizei foram o preenchimento labial e o preenchimento sulco nasolabial. Sempre fui muito aberta e sincera, não há nenhum motivo para mentir sobre outros procedimentos estéticos.

O preenchimento labial é indicado para pessoas com lábios finos OU desproporcionais, e também pessoas que sofrem com a perda do contorno e volume labial. O ácido hialurônico aplicado, além de preencher, atrai moléculas de água e induz a formação do colágeno na área, melhorando a hidratação e a sustentação da pele. O corpo absorve o ácido com o tempo, por ser uma substância já existente em nosso organismo – é indicado retocar entre 6 a 12 meses. O procedimento é um pouco doloroso, porém há aplicação de lidocaína antes. Após a aplicação o lábio pode ficar inchado por três dias e, dependendo do organismo, deixa hematomas que duram até uma semana, por isso é importante se preparar antes cortando a ingestão de álcool ou remédios.

(Dezesseis anos de idade sem nenhum procedimento estético – e muita acne)

(Foto da esquerda: antes do preenchimento labial e sulco nasolabial em Maio, 2017, oito meses SEM retoque. Foto da direita: Após o procedimento, área permanece inchada por três dias)

Já fiz o procedimento com três especialistas diferentes, mas a que eu mais gostei foi a Polla, que é responsável pela minha boca há dois anos. Ela atende em Los Angeles, na área de Glendale. Eu sou simplesmente apaixonada pelo trabalho dela! Ela sabe onde aplicar, onde não deve aplicar e é sempre muito sincera sobre o que é melhor para mim.

O Instagram dela é @polla_master_injector e o telefone para contato: +1 (818) 395-2526.

Antes de qualquer procedimento estético, tenha razões sólidas e procure um bom profissional que possa te orientar de maneira profissional e HONESTA.

Qualquer dúvida, deixe um comentário e terei o prazer de responder todas.

__________________________________

ENGLISH VERSION

This post will be a little different compared to others that you’ve already read about self-love, it will show the other side of the coin, at least the side that I fit in.

I lost count of how many times I heard: “You don’t need this or that”, “You don’t need to use so much make up”, “Lip augmentation for what?”, “Breast implants? But why? You’re so young.”

I remember when I was in high school, there was a girl in my class who used to go to school with five leggings under her jeans, at that time I had no idea that something so small could affect her in such a big way. She was always quiet, shy, introverted, which gave a lot of opportunity for people to make jokes about something so insignificant, but really bothered her. I could never understand the reason why.

Another story was when one of the skinniest girls in my class got breast augmentation when she graduated, I thought she was already beautiful before, but after the surgery, she had a glow to her (not only a pair of new implants), but there was something different about her, and only after a while I realized the meaning of the word “confidence”.

 

Self love: The feeling of dignity, esteem or respect that each one has about themselves.

Houaiss Dictionary

 

The search for self love isn’t easy, but it makes us act positively, trying to think and focus that every bad experience that happened in your past turns into one goal: to improve and to evolve.

Yes, part of it is to accept yourself, accept the person that you are, and accept the body that you live in. But most importantly, it is recognizing yourself. Who are you? The insecurity comes when you don’t recognize yourself, because if you know who you are, the insecurity won’t be able to affect you. The girl that used to wear leggings had a problem (no, not the thin legs), the only problem was her vulnerability, it allowed people to point fingers and make mockery of the only thing that bothered her the most.

Without self love, insecurity sets in, and we all know how vulnerability appeals to the lions.

This isn’t a post in favor of aesthetic procedures or plastic surgeries. This is a post in favor of well-being, in favor of your right, as a HUMAN, of choosing what you want to do in order to provide yourself happiness and confidence. Not for vanity, or narcissism.

One thing that’s always bothered me since I was young, is I had a very thin upper lip and a very large bottom lip, it was disproportional in my opinion and always affected my self-esteem. There’s people who say that I have no necessity for this, but no one truly understands the battle that’s inside my head.

When I was nineteen years old, I gifted myself with lip augmentation, I had finally built the courage needed and stopped listening to the people around me saying that it was something shallow and that I didn’t need it. Honestly, It was one of the greatest decisions I have made in my life. Remember the girl with breast implants? I had acquired exactly the same glow as her: the confidence. I enjoyed looking at myself in the mirror and I had so much pride in the woman I became. It was such a small thing, but it had such a great impact on me psychologically, MUCH more than physically, and that’s exactly what outsiders don’t understand. What’s the difference between a girl wearing braces and another girl getting her boobs done? What is the difference between a girl getting laser removal because of a scar, and the other girl who likes to wear makeup every day? There’s no difference, the purpose is the same: WELL-BEING.

So it’s NEVER wise point your finger to judge someone who decides to get any kind of self-improvement because that person wants to work on herself and you have nothing to do with it. You should focus on working on you.

The only problem of our society, is that we allow ourselves be influenced by the media, for some aesthetic standard that you want to follow just because society imposes it, when you start to follow THAT pattern, you act for the wrong reasons, as a result, comes excess and everything in excess is poison. We live in a time where there is an absurd excess of information, where we forget about our individuality in search of a generic perfection, where we forgot that this endless search for perfection destroys the singularity of each one, and those who follow it, are people who try to fill an emptiness inside them, by not recognizing themselves.

 

No matter how much success you have, no matter how many opportunities, fame, fortune, no matter how many accept you to your face, the person that really needs to accept you is you.

Lady Gaga

 

__________________________________

My aesthetic procedures 

A lot of people ask me if I got my nose done, or my cheeks, or any kind of botox, etc. No. The only procedure’s I get done are lip augmentations and nasolabial fold fillers. I’m always very open and honest, so there’s no reason to lie about any other sort of procedure.

The lip augmentation is indicated for people with thin OR disproportionate lips, and also, people who suffer with loss of contour and lip volume. The hyaluronic acid when applied, besides filling out, will attract water molecules and induce the formation of collagen on the area, improving the hydration and the skin support. The body absorbs the acid over time, because it’s a substance that already exists in our body, it’s recommended to retouch between every 6 to 12 months. The procedure is a bit painful, but there’s application of lidocaine (a pain reducer) before. After the procedure, the lip becomes swollen for about three days and depending on the body, it leaves bruises that last up to a week, so it’s important to prepare before: do not ingest alcohol or any kind of medicines.

(Sixteen years old, no procedures yet – and bad acne)

(Left: before the procedure, May 2017. 8 months without getting a retouch. Right: Right after the procedure. The area stay swollen for a couple of days)

I’ve done the procedure with three different specialists, but the specialist I enjoy the most is Polla, who is currently responsible for my lips. She operates in Los Angeles, Glendale area, I’m simply in love with her work. She knows where to apply, where it shouldn’t be applied, and she is always very honest about what is best for me.

Her Instagram is @polla_master_injector, her phone number is +1 (818) 395-2526.

Before any procedure, make sure you have solid reasons and search for a good specialist, a good one will be professional and honest with you.

Any question, leave a comment below and I’d be happy to answer it.

 

 

 

Texto: Astrid Lacerda

Revisão: Tamiris Ficher

Traducão:  Ana Boaretto e Emily Leça

 

 

 

Astrid Lacerda

Author Astrid Lacerda

Life coach e escritora.

More posts by Astrid Lacerda

Join the discussion 9 Comments

  • Thalia disse:

    Os seus post SEMPRE me ajudam de alguma forma. Obrigada por isso Astrid ❤
    Vc parece ter 16 anos agora 😂😉 Vc é linda, inteligente, e não é só isso. Tem uma luz linda que vez de dentro. Vc é um ser humano incrível. Obrigada por tudo 😍😘

  • Yane Nonato disse:

    I came to know you, by other Twitter profiles like @mkarolqueiroz recently
    , and your thoughts and opinions are worthy to listen and think about. You have something really special that is the ability to make people listen to you and as far as I can see you have so much good in your heart that you use it to only make good things. I really hope you have the life that you’re battling for each day and that we get to know each other some day.. even thinking this is kind of impossible right now…

    I wish all the good in the whole wide world for you. God Bless you Astrid. And be happy.

  • Jade disse:

    Oie
    Sempre leio e releio seus textos inúmeras vezes, mas nunca cheguei a comentar. Hoje eu tô mandando isso kkkkkk Eu sempre tive uns probleminhas de autoestima, infelizmente como a maioria dxs adolescentes e jovens de hoje em dia, a minha autoestima melhorou bastante e hoje eu posso dizer que eu me amo, que me acho especial e que sou uma pessoa que vale a pena. Eu já me sentia assim antes de ler esse texto, mas não me sentia assim antes de conhecer você, que no caso, foi pelo twitter. As coisas que você posta lá são de forma completamente descontraída, mas muita coisa me ajudou para que eu conseguisse construir esse amor próprio que hoje eu tenho dentro de mim. Mas não pense que esse texto não mudou nada, pois mudou. Fez com que eu me sentisse ainda melhor com quem eu sou e eu te agradeço muito por isso. Também te agradeço por todas as formas que você me inspirou e inspira os jovens, por favor continue fazendo isso que você faz. É maravilhoso. Você é maravilhosa. Obrigada.

  • Lisa disse:

    Astrid, o que você fez pra melhorar a pele também? sofro um pouco com algumas marquinhas que as espinhas deixaram e queria dicas pra sumir com elas 🙁

  • Priscila Labres disse:

    Oi Astrid, texto incrível, assim como a mulher que escreveu ele, acompanho você nas redes sociais, você é grande e inspiradora, obrigada! Um beijão !

  • Ana Laura disse:

    Seus textos sempre parecem me “achar” na hora certa! Estou preparando uma mudança na minha vida porque percebi isso mesmo, eu não me conheço ainda e com isso fico sucetível aos comentários de outras pessoas…. Só percebi o quanto isso me afetava quando fiz minha primeira cirugia 1 mês atrás e não sei se já posso dizer que isso “ligou o meu brilho” mas com certeza mudou algo lá dentro

  • Agnes Montes disse:

    muito obrigada por esse texto Astrid. Eu tenho muita vontade de fazer alguns procedimentos estéticos e sou muito criticada, escuto sempre a mesma coisa de “você é linda assim” “você vai se estragar” “não tem necessidade” etc, mas só eu sei o quanto eu não gosto de partes especificas do meu corpo e do quando é difícil eu me aceitar. Esse texto foi um empurrão em mim e quero compartilhar ele com todo mundo que fala que isso é futilidade. Você é incrível!

  • Pit disse:

    É muito interessante como as pessoas se sentem no direito de dizer o que você deve fazer com seu próprio corpo, cabelo, unhas, whatever.
    Bom, pelo menos comigo sempre aconteceu isso sem eu ao menos pedir a opinião. E por muito tempo eu me deixei influenciar, fiz escova no cabelo porque meu casinho dizia que meu cabelo cacheado era feio, pintava ele de castanho porque as pessoas sempre comentavam dos fios brancos já que era tão nova, não pintava a unha de cor escura porque me criticavam, não descoloria o cabelo porque diziam que não combinava com a minha pele negra, não posso engordar, não posso emagrecer demais, entre tantos outros.
    Quando falo de coisas que quero mudar em mim, pois me incomodam desde o fim da adolescência, incluindo colocar silicone, também sou praticamente proibida, pois vêem só o lado fútil de fazer uma intervenção. Pouca importa se aquilo me aquilo me influencia interiormente, porque eles têm a visão que farei para os outros e não pra mim.
    Eu mudei muito o olhar sobre mim, me aceito muito mais, aceito mais a minha opinião do que quero pra mim mesma, afinal estou uma cacheada platinada que não retoca a raiz pra esconder os fios brancos, que só pinta a unha de preto e às vezes engorda e às vezes emagrece. Rs. Mas mesmo sendo da opinião que as pessoas devem fazer intervenções ou procedimentos no corpo, se isso for da vontade própria e não por causa dos outros ou por algum transtorno ou obsessão, ainda caio no mesmo buraco do medo da crítica dos outros quanto à mim, perco totalmente o foco e a vontade de fazer. Criei até uma aceitação forçada do me incomoda. Talvez futuramente me dê a louca e faça tudo que tenho vontade dando um foda-se pra geral, ou de fato pare de me incomodar com essas coisas.
    Mas é necessário mudar essa perspectiva em relação ao outro de que ele não deve mudar/ evoluir pelo simples fato que não queremos ou que não é digno fazer através de um procedimento, e sim ter mais empatia, simplesmente compreender o porquê dele querer mudar.

    Parabéns pelo texto, é como filosofia nos faz refletir e questionar paradigmas.
    Eu te acompanho silenciosamente pelo insta desde quando morava no BR, admirava sua beleza, estilo e como levava a vida, principalmente com a mudança drástica. E agora te admiro por esse site/blog, é muito inspirador.
    Keep it up.

Leave a Reply