BLOGLIFE COACHINGTEXTOS

Arizona & Libertatem

By julho 18, 2015 7 Comments

Quando você tem medo de se libertar, de se desprender do que é confortável, fácil e habitual, você se torna inerte e você nasceu para ser constante. Então seja quem você nasceu para ser.

Simplesmente decidi pegar meu carro e ir para o Arizona esse fim de semana. Sem planejamento. Eu estava me sentindo frustrada comigo mesma e meio que para baixo esses dias. Eu acho que esqueci a pessoa que eu costumava ser, eu me esqueci de como é sentir algo, de saber como é se sentir viva. Vocês podem pensar que minha vida é perfeita, bem, desculpa desapontá-los, mas ninguém tem uma vida perfeita. Eu não estou reclamando, eu realmente amo minha vida e é por isso mesmo que estou indo pra lá. Eu, meu carro e uma câmera.

Por que Arizona? A natureza vai me ajudar a me comunicar com Deus novamente e também a me entender. Está na hora de olhar para dentro de mim e descobrir não quem eu quero ser, mas quem eu nasci para ser.
@astridlacerda via Instagram

Resolvi pegar uma mochila, câmera, meu carro e ir pro Arizona passar o fim de semana sem planejamento nenhum. Foram 2.500 milhas em três dias, de começo eu planejei ir sozinha, mas o Sammy resolveu me acompanhar de última hora. Conheci lugares, pessoas, emoções que nunca havia sentido antes.

Se eu pudesse dar um conselho pra todas as pessoas que me conhecem, seria: não tenha medo. Desde nova, lembro-me da minha mãe dizendo: “a Astrid não tem medo de nada, isso é um perigo!”, “filha, não faz isso!”. E meu pai dizia: “a Astrid é o filho homem que eu tenho”. Esqueçam os estereótipos, eu estou me referindo a maneira que eu nasci e cresci vivendo minha vida. Perdi as contas de quantas vezes me machuquei feio, de quantos ossos quebrados eu tive, de quantos barrancos já sai rolando, de quantas brigas me meti… Enfim, algumas pessoas nascem com algo dentro de si mesmas, por mais clichê que seja, algumas pessoas só querem mais e mais do que o mundo pode oferecer. Às vezes o espírito é tão imenso que não consegue se conter em um corpo tão pequeno.De todas as coisas que as pessoas me disseram, a que mais me marcou foi “você quer abraçar o mundo, você não pode mudar o mundo! É só mais uma pessoa em sete bilhões!”. Eu não quero mudar o mundo. Quero mudar mundos, eu posso sim mudar o mundo de alguém. Se você pensar assim: sete bilhões de pessoas no mundo, já imaginou o quão insignificante você é? Mas já imaginou também o quão importante você pode ser pra uma dessas pessoas? Uma inspiração, uma faísca, ser alguém para alguém… Recebi centenas de mensagens esses dias de pessoas dizendo que sou uma inspiração para elas e pra cada uma dessas pessoas eu digo: não tenha medo, seja de viver, de altura, de morrer, de amar… Eu realmente acredito que vida nós só temos uma, acredito que o tempo não para e acredito que temos milhões de sensações e emoções pra sentir…

xx,
Astrid

Astrid Lacerda

Author Astrid Lacerda

Coach de Alta Performance, escritora e estrategista de vida e finanças.

More posts by Astrid Lacerda

Join the discussion 7 Comments

  • Clara disse:

    Me impressiono muito com o seu jeito de pensar e com a sua maturidade. Mt difícil encontrar gente assim, com essa energia incrível que você transmite!

  • Larissa Oliveira disse:

    Lindas palavras! Eu estava mesmo precisando disso, obrigada mais uma vez, por tudo… Eu te admiro muito toda essa sua coragem, nunca mude, seja sempre assim! Estou aprendendo muito com você, obrigada por existir, agradeço muito a Deus por ter te colocado na minha vida. Obrigada mais uma vez! Te amo.

  • Duda disse:

    Astrid, suas palavras são tão inspiradoras! Admiro muito você, pela sua maturidade, por ser essa pessoa maravilhosa. Sei que quem realmente te admira vê além dessa mulher linda que você é por fora… porque você é ainda mais linda por dentro. Pode ter certeza que você muda e mudará mundos de vários alguéns. Keep inspiring us, darling!

  • Eu fico impressionada quando leio suas palavras, é como se eu me visse em você. Só que você é bem mais corajosa. Eu estou prestes a sair de casa e te “conhecer” foi essencial pra mim, me devolveu uma força que eu acreditava ter perdido. Obrigada!

  • Emilly de oliveira disse:

    Haha eu como muitos vi você no Luciano hulk a algumas semanas atrás, juro que quando te vi senti um encantamento muito grande com a sua pessoas, velho e falei pra mim mesma -“tenho que conhecer mais sobre a vida desse mulher”, velho ao ver sua historia juro que me emocionei e me emociono ainda de pensar, sabe, nem sei se ta lendo esse meu comentário ou nao, mais foda-se, só queria dizer que você me inspira muito como inspira muitos por esse mundo, mais cara você tem a vida que eu sempre quis ter, desde pequena, eu acabei de chegar nesse mundo sou uma adolescente ainda, começando a descobrir as coisas, apesar de já ter descoberto muitas delas, eu também vou sair de casa aos 16 por causa dos estudos e pretendo ir viver minha vida fora do Brasil, me encanta muito a sua coragem, seu persistência, sua alegria, seu amor por sua mae e irma, sua fé en Deus, sua historia é linda, eu adoro suas fotos moça, mais cara é só isso mesmo, continue assim que vai inspirar muita gente como esta me inspirando, você é linda e o mundo é nosso, espero um dia realmente te conhecer e pode te agradecer por ter dado esse empurrãozinho de ter a certeza do que eu quero pra minha vida, valeu mesmo, fica com Deus, te adoro moça ❤

  • bárbara disse:

    hey astrid, como vai? 🙂 caí no seu blog por acaso e acabei lendo seus posts. queria fazer uma observação, mas não queria ser vista como hater. hj em dia parece que tudo que a gente critica tá sendo hater… enfim. essa frase “você nasceu pra ser constante” parece que é uma espécie de máxima sua, pq vi algumas vezes por aqui. mas queria dizer que parece que vc ta aplicando a palavra constante sendo que queria dizer o contrário rs. “constante” quer dizer que há uma repetição sem alteração. por exemplo, uma torneira estragada pinga de forma constante. é uma coisa no sentido de permanente, algo que tem um comportamento estável. e pelo visto vc quer dizer o contrário né. que as pessoas nasceram pra serem INconstantes. sempre em mudanças, sempre sujeitas a alterações. então sugiro que vc mude essa frase. ou vc diz “você nasceu pra ser inconstante”, ou adapta, com algo tipo “você nasceu pra viver mudanças constantes”. 😉 bjs!

    • Astrid Lacerda disse:

      Oi baaarbara! Tudo bom? Claro que naaaao considerarei como “hate”! A palavra constante nesse caso entra no sentido de progressão. Fica bem! ?

Leave a Reply

O que parece ser um cenário caótico é apenas uma vida sendo conduzida ao seu propósito.