was successfully added to your cart.
BLOGLIFE COACHING

A vida é muito mais do que focar toda a sua energia em ser suficiente para alguém

By abril 28, 2017 22 Comments

…Além de você mesmo.

Pode parecer só mais um post sobre o mesmo assunto de sempre, escrito por mais uma pessoa, entre muitas outras, mas eu quero falar sobre minha experiência e como minha mentalidade e a maneira de lidar com esse sentimento mudou com o passar dos anos.

“Eu não sou boa o suficiente” ou simplesmente “Eu não sou suficiente”.

Eu perdi as contas de quantas vezes essas duas sentenças passaram pela minha cabeça durante os anos, apliquei na vida profissional, durante faculdade e/ou escola, mas principalmente na vida pessoal.

Parecia que parte de mim queria se auto afirmar, mas na verdade eu queria me afirmar para alguém, ou precisava da afirmação de alguém sobre eu mesma.

Por dois anos na minha vida, me tornei a pessoa que alguém queria que eu fosse, não a pessoa que eu queria ser. Deixei de lado coisas que poderia magoá-la, minha opinião e meus gostos se tornaram os mesmo dessa pessoa com foco de que eu poderia supri-la 100%. Quanto mais eu supria esse alguém, menos eu supria a mim mesma. Parte disso tem a ver com a solidão que Los Angeles me causava, o fato de eu estar sozinha e não saber lidar comigo mesma, na verdade eu apenas não queria aceitar quem eu era, porque eu simplesmente não gostava do que via no espelho.

Foquei toda minha energia em me tornar boa e suficiente para alguém, que esqueci que antes de mais nada, eu deveria trabalhar em ser suficiente para mim mesma. Afinal, se esse alguém fosse embora, o que iria restar de mim? Se essa pessoa levasse com ela tudo que eu havia me tornado?

Nós mostramos o que nós queremos que os outros vejam. Não, não acho que isso seja uma máscara, talvez uma camuflagem. Mas acredito que mostramos sempre a imagem que queremos ser, nos tornar, mais do que aquela imagem que já somos. Insegurança? Sede por afirmação? Falta de conteúdo?

O que te incomoda em você mesmo? O que te faz querer ser uma pessoa a qual você não é? O que te faz perder sua própria identidade no intuito de agradar alguém? Onde você aplica toda sua energia, sua paixão e intensidade?  Eu aplicava em pessoas, porque não queria perder tempo comigo.

Pra reconhecer seus defeitos e insatisfações, pra entender de onde vem sua auto sabotagem, é preciso se encarar no espelho. Eu lembro que peguei um pedaço de papel e escrevi uma lista de vinte coisas que não gostava sobre mim mesma, coisas que queria saber fazer ou entender, mas não conseguia ou nunca tentei e logo em seguida, eu tentei escrever vinte coisas que eu gostava, coisas em que eu era boa. A lista de defeitos extrapolou quarenta itens e a de qualidades não chegou a dez. Logo em seguida, pedi minha melhor amiga para fazer a mesma coisa. Ela enumerou mais de cinquenta itens na lista de qualidades sobre mim, falando sobre minha personalidade, meus dons, etc. E a lista de defeito teve apenas cinco itens.

Eu entendi, que ela, como uma pessoa que convivia constantemente comigo, me conhecia mais do que eu mesma, ela conseguia ver de maneira nua e crua, a parte mais bruta da pessoa que eu era, por mais que eu insistisse em me auto sabotar.

Um dos itens que ela escreveu na lista de defeitos:

Eu gosto da pessoa que você é quando ninguém está olhando, não a pessoa que você tenta ser quando há pessoas ao seu redor.

Lembro que aquilo me machucou muito, porque primeiramente, fiquei na defensiva e levei para o lado negativo, achando que ela havia me chamado de falsa, duas caras, etc. Mas ela falou calmamente:

Astrid, só você não vê o quão boa e suficiente você é, por que você quer ser boa e suficiente para todo mundo? Acho que você deveria se bastar e não se bastar pra outra pessoa.

Depois disso, não tive muito o que dizer, não é?

Eu foquei em trabalhar em mim mesma. Tirei um tempo pra respirar, pensar, crescer e ser...

 

Astrid Lacerda

Author Astrid Lacerda

Life coach e escritora.

More posts by Astrid Lacerda

Join the discussion 22 Comments

  • AnaV. disse:

    tudo que eu precisava pra hoje! s2

  • Isabelli disse:

    Muito obrigada Astrid por esse texto maravilhoso ❤️❤️

  • Laryssa Nunes disse:

    Salvou meu dia, obrigada por isso e por tudo 💛
    Tu é a melhor!!

  • Luiza disse:

    Obrigada por esse texto, mom! Estava precisando ler sobre isso ♥

  • Erica disse:

    Astrid, sabe quando a gente precisa ler ou ouvir de alguém algo q faça a gente cair em si … Vc fez isso com o seu texto. Obrigada, está lindo. ❤

  • Maria Z. disse:

    Você, assim como outras pessoas, me faz meditar em palavras clichês que escutamos em nosso cotidiano, faz com que acabe enxergando o amor próprio, que muitas das vezes esquecemos de usar. Se o seu objetivo é atingir as pessoas com tanta energia boa e nos fazer repensar em tudo, você vem conseguindo!
    Parabéns pelo trabalho. 😙💛

  • Leonardo disse:

    Obrigado Astrid, esse post veio na hora certa

  • Karina disse:

    Nossa, eu sinceramente não acompanho você. Mas esse post é muito sobre o que eu tenho passado ultimamente com relação a pessoas ao meu redor e sobre me achar insuficiente pra mim mesma e ate para as pessoas, e sempre querer dar mais a elas do que a mim mesma. Foi muito bom ter lido esse teu post, e olha que eu nem te acompanho, mas valeu super apena.

  • Julia disse:

    Esse post me define! Astrid você é incrível ❤

  • Maria eduarda disse:

    Precisava ler isso estou me sentindo tão vazia ultimamente por sentir que minha essência está se esvaindo porque estou vivendo como os outros querem que eu viva… Grata por esse texto e vou ressaltar um dom seu, escrever de forma nua e crua o que você está sentindo, espalhando seus sentimentos por aí e ajudando pessoas que sentem o mesmo. Obrigada de novo e luz sempre ❤🙏

  • Loraine disse:

    Que texto maravilhoso. ❤

  • Nalaura disse:

    Obrigada❤️ Já vinha pensando muito sobre essas coisas e esse texto me ajudou a “colocar” as ideias no lugar hahah

  • Andressa disse:

    Hey, te acompanho a pouquinho tempo (por esse blog) e gostaria de dizer que voce é uma pessoa que tem mudado muitos dos pensamentos negativos que constantemente tenho comigo mesma, é como ter uma amiga que dá conselhos (que no caso, não tenho nem uma/um). Muito obrigada por esses posts, e principalmente por ser uma pessoa que aos poucos está mudando o meu olhar para certas coisas e para mim mesma. Ler e acompanhar isso que você faz tem me fortalecido de uma maneira única, que até hoje eu não consegui encontrar em nenhuma outra forma. Obrigada! <3

  • Jessie disse:

    Obrigada. Já pensei em fazer essas duas listas, mas provavelmente por falta de coragem de enfrentar a lista de defeitos (que sei muito bem quais são) nunca cheguei a fazer. Acho que é o momento perfeito pra tentar depois dessa leitura.

  • Manu disse:

    Desde que descobri seus perfis, me identifiquei muito com os textos, os vídeos, e os tweets. Você vem me inspirando demais a querer ser uma pessoa melhor, não para os outros, mas pra mim mesma. Sempre tive o sonho de morar fora e quando estava quase desistindo vi seu texto sobre como foi conquistar a sua independência, então eu só tenho a agradecer.

  • Luana disse:

    QUE TEXTÃO DA PORRA

  • Samara disse:

    Eu fico de cara como todas suas mensagens mexem comigo, como cada texto tem um efeito devastador na minha mente. É sempre incrível poder ter essa ajuda. Gratidão éterna 💗🙏🏻

  • Clara Clarisse Firmino disse:

    Você é a melhor, Astrid. Por vezes me vejo sozinha e você tem as palavras certas. Espero um dia te conhecer, e enquanto esse dia não chega, continue mostrando seu trabalho cada vez mais. ❤ love u trid

  • Bella Inoue disse:

    não acredito que encontrei uma pagina como essa !
    era tudo que eu precisava para dar um “acorda Bella”
    Que lindo isso Astrid.
    Tenho que agradecer a Perolis, estudamos juntas na faculdade.. e te achei por meio dela !
    mil beijos nas duas 🙂

Leave a Reply